Conheça o majestoso Jacarandá

O Jacarandá é uma árvore magnífica, nativa do Brasil e presente amplamente em muitos países de clima tropical e sub-tropical.

O Jacarandá ocorre, em sua maioria, nos estados de São Paulo e Minas Gerais, nas regiões de Mata Atlântica.

Tendo em vista seu extraordinário valor paisagístico, o passou a ser introduzido em várias partes do mundo. Pretória (África do Sul) é poeticamente chamada Cidade Jacarandá devido a quantidade de árvores que transformam a cidade em lilás quando florescem na primavera.

Jacarandá Sementes
Partes de sua estrutura têm propriedades antissépticas e antibióticas. É eficaz também contra infecções bacterianas, enfraquecimento mental, epilepsia, apetite descontrolado, leucemia, feridas e infecções da pele, varizes e mais.

No inverno, o jacarandá-mimoso perde suas folhas, que dão lugar as flores na primavera. Suas flores são duráveis, perfumadas e grandes, de coloração azul ou arroxeada, em forma de trompete. A floração se estende por toda a primavera e início do verão.

É uma árvore maravilhosa para a arborização urbana, caracterizada pela rusticidade, floração decorativa e crescimento rápido. Pode ser utilizada na ornamentação de ruas, calçadas, praças e parques, pois suas raízes não são agressivas.

Deve ser cultivada sob sol pleno, em solo fértil, bem drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado no primeiro ano após o plantio.

Sementes de JacarandáAdapta-se a uma ampla variedade de locais, mas aprecia o clima subtropical. Quando jovem, não tolera frio excessivo, mas torna-se mais resistente ao frio com o tempo.

Não necessita podas ou qualquer tipo de manutenção. Não tolera secas prologadas, ventos fortes ou a salinidade no solo. É resistente à poluição urbana moderada e à maioria das enfermidades. Multiplica-se por sementes.

Uso popular e medicinal

Em época passada o Jacarandá foi usado no Rio de Janeiro como medicação antissifilítica, na maleita e na hidropisia.

A árvore tem usos medicinais, porém não há muitas evidências entre médicos e herbalistas quanto às suas propriedades.

Na Colômbia o uso das folhas é aprovado como antisséptico e cicatrizante.

Extrato aquoso de jacaranda mostra ação antimicrobiana contra Bacillus cereus (bactéria que produz toxina causadora de diarréia, vômito e náuseas), Escherichia coli (bactéria que habita o intestino humano causando gastroenterite, infecção urinária e outras doenças) e Staphylococcus aureus (causadora de intoxicação alimentar).

É eficiente no tratamento de infecções bacterianas, gonorréia e sífilis. Uma vez que cerca de um terço da população mundial tem alergia à penicilina – a principal droga utilizada contra doenças venéreas – considera-se bem interessante a opção oferecida pelo jacarandá, cujo método de utilização varia. Alguns especialistas usam o óleo essencial derivado das folhas, outros da casca, sementes (também conhecido como fruto) ou flores; ou ainda o extrato aquoso de qualquer dessas partes, interna ou externamente.

Consideram útil também para enfraquecimento mental, apetite descontrolado e epilepsia.

Tem propriedades antisséptico e antibiótico. A árvore é usada para tratar a hepatite e, na tradição popular, flores, folhas e cascas são também usadas para aliviar nevralgias e varizes.

As folhas contêm carobina (0,16 %), um princípio ligeiramente amargo, cristalizável inodoro, solúvel em água em ebulição e álcool, insolúvel em éter; ácido caróbico (0,05 %), ácido esteocaróbico (0,10 %), carobona (2,66 %), um ácido balsâmico e resinoso; caroba resina (3,33 %); caroba bálsamo (1,44 %); caroba tanino (0,44 %) e um princípio amargo (2,88 %); albumina, amido, etc.

A casca contém carobina (0,3 %), resina caroba (0,5 %), o princípio amargo (0,28 %) e ácido carobarético (0,2 %).

Saiba mais sobre o Cedro e sua exuberância na Mata Atlântica.

Conhecer a Mata Atlântica também é sinônimo de #plantauma


Pela Redação do Planta Uma, com informações do Portal de Plantas Medicinais, Aromáticas e Condimentares.
Foto do 500px.

Comentários

comments


INSTAGRAM
@planta_uma